Sônia Gusmão

Foto enviada por Francisca Klöckner

SONIA MARIA LIMA DE GUSMÃO

(Texto de Francisca Carneiro de Sousa Klöckner – MARÇO DE 2006)

Aceitei o desafio de escrever sobre a Sonia Gusmão e me deparei com a grande responsabilidade de pensar e escrever sobre esta pessoa que para mim é um referencial enquanto pessoa e enquanto profissional, dentro e fora da Abordagem Centrada na Pessoa (ACP). Passei então a buscar a inspiração que pudesse facilitar esta tarefa. Busquei no pôr do sol, no perfume das flores, no sorriso das crianças, no silêncio da noite…ah como queria ser poeta para poder falar dela em forma de poesia… encontrar as palavras certas, as palavras que conseguissem traduzir toda a minha admiração e respeito…Decidi, por fim, deixar que meus sentimentos me conduzissem e então as lembranças dos contatos que tivemos se descortinaram em minha memória. Relembro a Sonia em sala de aula com sua voz sempre suave e serena a transmitir toda a sua sabedoria. Nos corredores da UFPB, nos encontros da ACP, sempre rodeada de pessoas, pois todas querem usufruir o aconchego da sua presença. Sonia é o tipo de  pessoa que com o seu jeito de ser marcado pela simplicidade e humanidade suscita o que cada um tem de melhor.

O seu jeito de ser “centrado na pessoa” é sua característica mais marcante. Conforme ela mesma relata no seu livro “Ousando Ser Feliz”, mesmo antes de conhecer as idéias de Rogers, estabeleceu com seus alunos do Movimento de Cultura Popular, no Recife, uma experiência educacional centrada no aluno.

Sonia é natural de Recife (PE). Graduou-se em Psicologia em 1976 pela Faculdade de Filosofia do Recife (FAFIRE).

Em 1977 transferiu-se para João Pessoa (PB) e iniciou a construção da história da Abordagem Centrada na Pessoa na Paraíba. História esta que repercute por todo o Nordeste e por que não dizer por todo o Brasil. Começou a lecionar no Curso de Psicologia do IPÊ (Institutos Paraibanos de Educação) e supervisionar estágios na área de Psicologia Clínica, dentro dos referenciais da Abordagem Centrada na Pessoa, com apenas um ano de formada, mas com toda sua garra, coragem e ousadia, buscou supervisão, psicoterapia e cursos que promoveram seu aprimoramento pessoal e profissional e assim, foi brilhantemente responsável pela formação dos primeiros psicólogos clínicos Centrados na Pessoa, da Paraíba.

Continuando sua busca pelo crescimento, em 1977 participou do primeiro workshop promovido por Rogers e sua equipe em Recife e no ano seguinte participou do programa de treinamentos de Gestalt Terapia Centrada na Pessoa, promovido por membros da equipe de Rogers.

Em 1979 passou a lecionar na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde tive a felicidade de conhecê-la e de ser sua aluna. Na UFPB Sonia também supervisionou estágios na área de Psicologia Clínica e foi responsável pela formação de  muitas turmas de psicólogos Centrados na Pessoa.

O I Encontro nordestino da Abordagem Centrada na Pessoa, realizado em 1987 em Gravatá (PE), foi motivo de grande felicidade e realização para Sonia, pois partindo do desejo de apoiar o evento da melhor maneira possível ela sentiu a necessidade de formar um grupo estruturado e, com este propósito, criou o Núcleo de Estudos da Abordagem Centrada na Pessoa, da Paraíba. O referido Núcleo foi responsável pela organização do III e do VI Encontros Nordestinos da ACP

Sonia participou de todos os Encontros Nordestinos da ACP, bem como dos Fóruns Brasileiros, do VII e do VIII Encontros Latino-americanos e do IV Fórum Internacional da ACP e do I Encontro Norte da ACP. Segundo ela,  os encontros têm funcionado  “como um manancial energético altamente renovador”.

Não há como pensar a ACP sem pensar na Sonia, além de ser presença constante nos encontros, ela é uma das profissionais que mais tem contribuído para o crescimento e fortalecimento da abordagem. Em 1999 Sonia publicou o seu primeiro livro Ousando Ser feliz: Temas de Psicologia Humanista; é autora de diversos artigos publicados em revistas nacionais e internacionais e certamente continuará a agraciar toda a comunidade ACP com seus escritos, com a sua sabedoria, com o seu carisma e principalmente com a sua presença.